O blog “Inside Higher Education / The World View” publlica uma nota minha sobre o acordo assinado entre os presidentes dos Estados Unidos e Brasil para aumentar o número de estudantes brasileiros fazendo pós graduação no exterior, disponível aqui. Estas bolsas serão destinadas para pós-doutorado ou programas “sanduíche”, na suposição de que o Brasil já tem doutorados suficientes no país, e a pergunta é se não seria importante continuar insistindo na importancia do jantar completo na formação de alto nível.

Trackback

only 1 comment untill now

  1. Alexandre Arraes @ 2011-04-18 10:49

    Simon,
    na revista Administradores deste mês tem uma matéria de como um aluno brasileiro interessado poderia cursar graduação em Harvard.

    A não ser para us poucos, este é um projeto que começa na pré adolescência. Dependendo do perfil do garoto e seu desempenho escolar uma pai mais interessado num “jantar inteiro” deve começar a pensar em poupar. São mais de 40 mil dólares/ano só de universidade.

    Se o garoto tiver mais dotes artísiticos fica mais caro por incrível que pareça. Na Julliard em NY o preço ano é de 52 mil dólares.

    Concordo que seria muito importante um sistema em que jovens com desempenho diferenciado pudessem ter a oportunidade de experimentar o “jantar completo”.