Fernando Gabeira: sobre a escassez de médicos

Crédito: fotosdahora

Escreve Fernando Gabeira, a propósito do texto de Jorge Jatobá sobre a escassez de médicos:

Estou preparando uma reportagem sobre o tema e acabo de voltar do sul do Maranhão e do Amapá examinando quais as dificuldades dos médicos no interior, que estrategias de sobrevivencia, curandeiros, parteiras, farmaceuticos) são usadas e o artigo me foi muito útil. Para você ter ideia descobri que a escassez de médicos para alguns tipos de paciente não é o mais importante mas  a falta de equipamentos. Falei com alguns pacientes que vivem um dia com a familia e outro na estrada poeirenta para fazer diálise no único centro regional. Descobri que a cidade que proporcionalmente tem menos médicos, dois para 23 mil habitantes, tem poucos problemas de saúde. Seu maior problema como em quase todos lugares que visitei é a falta de educação no trânsito. O número de motocicletas é muito alto, familias inteiras viajam numa só máquina e todos sem capacete. A média é de cinco lesionados, na maioria crianças, por mês e dois mortos. E as escassas UTIs e os raros neurociurgiões são ocupadas majoritairiamente por motociclistas acidentados.

E descobri também que nem a magia dispensa os médicos: em Buriti Bravo o curandeiro se examina regularmente com o médico da cidade.
Please follow and like us:
Avatar

Author: Simon

Simon Schwartman é sociólogo, falso mineiro e brasileiro. Vive no Rio de Janeiro

2 thoughts on “Fernando Gabeira: sobre a escassez de médicos”

  1. Boa tarde.
    Pensei que o assunto iria render um caldo. Pensei errado.

    Há muita poeira no ar. Mas, me parece que fica esquecido o necessário planejamento .

    Considerando a concentração urbana e o incremento populacional versus oferta de leitos e infraestrutura de apoio, definitivamente algo de planejamento em escala macro ficou na gaveta.

    Cordialmente. Ajscampello

  2. Boa tarde.

    F Gabeira está descobrindo ou , talvez, redescobrindo o tal do Brasil “Profundo”. Ou : os “Grotões”.
    Boa sorte, Gabeira.
    Boa sorte sim! Ele vai esbarrar com circos de horrores.
    Ajscampello

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.